UTILIZADORES

 
Bem vindo ao site da SAMP! - 23 de Setembro de 2019 PT  EN  

Música para BebésSaúde com ArtePinhal das ArtesCarrilhãoNewsletter

SAMP
Formações Residentes
Escola de Artes
Saúde com Arte
Formação
Programas e Eventos
Secretaria
Apoios



Prémio Acesso Cultura 2019 distinguiu a SAMP com Menção Honrosa pelo projeto "Ópera na Prisão"

 

No passado dia 19 de junho (quarta-feira), a SAMP, representada pelo Diretor Pedagógico Simão Francisco recebeu uma distinção da Acesso Cultura Atelier-Museu Júlio Pomar em Lisboa. Neste especial dia emotivo, a Menção Honrosa que premiou o projeto "ÓPERA NA PRISÃO" destaca o trabalho desenvolvido em torno desta população, e neste contexto prisional, em que até as Artes podem ser motores de transformação.

Desde 2004 que o projeto pioneiro e inovador vem sendo desenvolvido, de uma forma regular, constituindo-se como referência  a nível nacional  e internacional . Num ambiente prisional, os jovens reclusos recebem ferramentas de equilíbrio e desenvolvimento pessoal, profissional e artístico que lhes permitem uma (re)integração na sociedade, realizando simultaneamente um trabalho com os técnicos, guardas prisionais, e familiares e amigos destes reclusos. A criação do CAP (Centro de Artes Performativas) permanente do Estabelecimento Prisional Leiria - Jovens (EPL), aberto à Comunidade, e a recriação e produção de uma ópera interpretada por 57 jovens reclusos, acompanhada pela Orquestra da Fundação Calouste Gulbenkian (FCG), presenciada dentro do EPL e no Grande Auditório da FCG por mais de 1.600 pessoas, é um indiscutível exemplo de uma politica que promove o acesso físico, social e intelectual à participação cultural, tanto por parte dos reclusos, como de suas famílias e amigos, e guardas prisionais, passando pela admirável recetividade, por parte dos Serviços Prisionais, à abertura de portas do EPL à Comunidade, numa partilha intra e extramuros, culminando numa transformação dos intervenientes e sensibilização da comunidade em geral.

Por tudo isto, acreditamos ser uma porta especialmente aberta às Artes e à Cultura, sem qualquer barreira ou limite, pois colocar a Arte na vida de todas pessoas, independentemente das condições de quem a faz e recebe, é o lema da SAMP desde 1873, garantindo que todos os seus projetos se diferenciam pelo desenvolvimento de boas práticas na promoção da inclusão e da melhoria das condições de acesso à cultura.

O projeto "Pavilhão Mozart" da SAMP é financiado pelo Portugal Inovação Social, PARTIS - Fundação Calouste Gulbenkian, Fundação Caixa Agrícola de Leiria, Câmara Municipal de Leiria, Escola de Dança Clara Leão, Leirena Teatro, entre vários outros parceiros e amigos que tornam possível momentos como este.

O júri dos Prémios Acesso Cultura foi composto por Nuno Santos, responsável pela acessibilidade no Teatro São Luiz, em Lisboa, Paula Varanda, investigadora e gestora cultural, membro da Acesso Cultura, e pela arquiteta Susana Machado. O júri destacou que o projeto “tem vindo a ser desenvolvido desde 2004 de uma forma regular e sustentada, e que foi pioneiro a nível nacional, constituindo-se como referência”.



Mais informações sobre os Prémios Acesso Cultura 2019 aqui.



Home|SAMP|Formações Residentes|Escola de Artes|Saúde com Arte|Formação|Programas e Eventos|Secretaria|Apoios

Design by António Costa   Powered by inCentea© 2009-2010 SAMP - Sociedade Artística Musical dos Pousos