UTILIZADORES

 
Bem vindo ao site da SAMP! - 19 de Junho de 2019 PT  EN  

Música para BebésSaúde com ArtePinhal das ArtesCarrilhãoNewsletter

SAMP
Formações Residentes
Escola de Artes
Saúde com Arte
Formação
Programas e Eventos
Secretaria
Apoios



Dias das Cordas 2019


A Escola de Artes SAMP realiza nos dias 03 e 04 de Julho, quarta e quinta-feira, na sua sede os "Dias das Cordas", uma actividade dedicada às classes de cordas friccionadas. Queremos com esta iniciativa proporcionar uma oportunidade de partilhar novas experiências musicais importantes para a formação dos alunos/executantes e a possibilidade de adquirirem noções importantes para o seu desenvolvimento musical.

Os "Dias das Cordas" têm promovido a música de conjunto a todas as faixas etárias, possibilitando também a aproximação entre diferentes escolas e classes. Este ano a música em conjunto continua a ser a tónica mas desta vez com um convidado especial, o violetista José Valente.
A sua irreverência e também inconformidade com o estado da arte conduziu-o a um percurso académico fora do tradicional mundo erudito, embrenhando-se no mundo da música improvisada. Este seu percurso levou-o a pisar palcos conceituados mundialmente, destacando-se o palco do Carneggie Hall em Nova Iorque e também a festivais como o Bookaroo Book Festival em Dehli (Índia). O seu percurso é feito maioritariamente a solo, ou como solista, e conta já com discos aplaudidos pela crítica especializada, como é o mais recente disco "Serpente Infinita", considerado disco do ano pela revista Jazz.pt (2018).

Desta forma, as cordas friccionadas vão espreitar um pouco o que é a improvisação e também fazer música improvisada, sob orientação de José Valente e que culminará num concerto do próprio com a participação dos alunos participantes.


Esta iniciativa destina-se a todos os alunos de qualquer faixa etária e nível performativo que estejam a aprender Violino, Viola d´arco, Violoncelo ou Contrabaixo.

Estes Dias das Cordas irão culminar num Concerto Final no dia 04 de julho (quinta-feira) às 19h00 no Auditório Barão de Viamonte da Sede SAMP (entrada livre).
Para o concerto do dia 04 de julho o aluno deverá apresentar-se com a seguinte indumentária: calças escuras e t-shirt SAMP ou t-shirt/camisa lisa.
No dia 04 de julho convidamos ainda os pais a juntarem-se a nós para um almoço partilhado.


Inscrições:
As inscrições efetuam-se através do preenchimento do formulário online até ao dia 19 de junho.

Valor das Inscrições:
- aluno SAMP e Orfeão de Leiria 20,00€
- aluno externo 25,00€

O pagamento deverá ser feito na Secretaria da SAMP (numerário ou Multibanco) entre 19 a 29 de junho, inclusivé.
* Número mínimo de participantes: 16 alunos.

Local: As atividades destes dias decorrerão na sede SAMP.

Horários:
03 de julho (4ª-feira)
14h30 - 19h00
04 de julho (5ª-feira)
10h00 – 13h00
14h30 – 17h30
19h00  Concerto Final


Para mais informações contacte-nos através do geral@samp.pt ou 244 801 685.

 

José Valente (Porto, 1981): compositor e violetista

Doutorado em Arte Contemporânea com distinção e por unanimidade pela Universidade de Coimbra. Prémios: Menção Honrosa no Prémio de Composição Lopes-Graça 2009; vencedor do concurso de projectos artísticos Serralves em Festa 2010; Novo Talento Fnac 2014; único português detentor do título The Hannah S. and Samuel A. Cohn Memorial Foundation Endowed Fellowship, recebido após realizar residência artística na Djerassi Residency Artists Program, na Califórnia, EUA. Foi solista no Carnegie Hall, a convite de Paquito d’Rivera. Também trabalhou com Dave Douglas, Don Byron, Alberto Conde, Shakir Kahn, entre outros. Em concerto destaca: Dizzy’s Club at Lincoln Center, Encontros Internacionais de Jazz de Coimbra, Fundação Serralves, Festival Paredes de Coura, Festival Imaxinasons, Fundação Calouste Gulbenkian, Teatro Maria Matos, Union Square Park de Nova Iorque (concerto a solo); uma digressão pela Índia com actuações no JKK (Jaipur) e no Bookaroo Book Festival (Dehli). O seu disco “Os Pássaros estão estragados” (2015, 4 estrelas na revista Jazz.pt) foi considerado um dos discos do ano pelo crítico Rui Eduardo Paes. Participa frequentemente em projectos multidisciplinares com vários artistas da cena contemporânea portuguesa. Compôs “Passaporte” para viola d’arco solo, uma encomenda Antena 2 / RTP para a 32ª Edição do Prémio Jovens Músicos. Recebeu uma residência artística do Centro Internacional de Música e Dança do Mundo Ibérico – Musibéria para gravar o seu novo disco “Serpente Infinita” que estreou no Ciclo de Concertos Solilóquios. “Serpente Infinita” recebeu recentemente 5/5 estrelas por Rui Eduardo Paes, foi disco do ano 2018 pela revista Jazz.pt e está a ser apresentada nas diversas salas nacionais e internacionais.

 



Home|SAMP|Formações Residentes|Escola de Artes|Saúde com Arte|Formação|Programas e Eventos|Secretaria|Apoios

Design by António Costa   Powered by inCentea© 2009-2010 SAMP - Sociedade Artística Musical dos Pousos