UTILIZADORES

 
Bem vindo ao site da SAMP! - 12 de Dezembro de 2017 PT  EN  

Música para BebésSaúde com ArtePinhal das ArtesCarrilhão

SAMP
Formações Residentes
Escola de Artes
Saúde com Arte
Formação
Programas e Eventos
Secretaria
Apoios



144º Aniversário SAMP
SAMP: uma grosa de anos a fazer Música com a comunidade

No próximo dia 8 de Dezembro, sexta-feira, a SAMP, Sociedade Artística Musical dos Pousos, celebra os seus 144 anos de actividade ininterrupta.

2017 foi um ano em que a comunidade nacional reconheceu o caminho trilhado pela filarmónica dos Pousos de 1873 à actualidade. A Fundação Calouste Gulbenkian atribui-lhe o Prémio COESÃO 2017, e a Ageing@Coimbra com a CCDR acaba de a distinguir com o PRÉMIO VIDA+ de boas práticas no Envelhecimento Activo e Saudável. Também a Escola de Artes SAMP assinala este ano as suas bodas de prata, e com os 25 anos de Berço das Artes editou um Duplo CD com os melhores temas para cantar com pais e bebés.

O Barão deve estar orgulhoso.

Nasceu no Porto, a 2 de Janeiro de 1839, mas o amor trouxe-o até Leiria onde casou e viveu até 1891. Na cidade do Lis foi advogado, administrador do concelho, jornalista e agricultor. Viveu na Quinta dos Andrinos, nos Pousos, com a sua esposa Dona Augusta Amélia de Faria Pinto Soares de Albergaria, filha dos Barões do Salgueiro. Morreu novo o seu filho único, pelo que não teve descendência. Mas se morreu o filho de sangue, não morreu a filha de Coração, a SAMP, que nasceu em sua casa numa noite quente, a 22 de Agosto de 1873.

Não parou de crescer esta filha, e de uma filarmónica casada com tantos pousenses e leirienses nasceram filhos, netos e hoje já bisnetos e bisnetas. Uma das netas mais atrevidas viria a nascer no dia 3 de Outubro de 1992, a Escola de Artes, de que este ano celebramos os seus 25 anos. Por ela se envolveram e apaixonaram muitos voluntários, direcções e colaboradores, dezenas de professores e centenas de amigos e parceiros, mas acima de tudo milhares de alunos e suas famílias. Nestas Bodas de Prata queremos deixar a nossa gratidão, pelo orgulho que oferece a todos os Viamontes, a todos os que amam a arte dos sons e a arte do amor.

Eram trabalhadores rurais os primeiros músicos SAMP, e foi como Agricultor que José Dias fundou a Sociedade Artística Musical dos Pousos. Mas esta viagem de 144 anos nunca afastou a SAMP do seu tempo e das mesmas necessidades que lhe deram origem. A Arte como inovação social, ao serviço das pessoas que nela habitam para melhor se conhecerem e mais intensamente experimentarem o outro e as múltiplas comunidades que hoje formamos. Foram 144 anos a olhar para os recursos humanos e materiais que temos, e não para as dificuldades e muralhas que a todo o momento se levantam. Foram 144 anos a inovar e encontrar soluções para as crises das duas Grandes Guerras, da emigração e fome que lhes estão associadas, e da Guerra Colonial. E se no século XX as respostas foram orquestras, biblioteca, grupos de teatro, variedades, projecção de cinema e actividades recreativas, no século XXI a SAMP continuou a responder inovando pela e com a Arte. A musicoterapia, os programas inter-geracionais, a música na comunidade, as práticas artísticas colectivas e as classes de pais e filhos, são somente alguns exemplos de respostas inovadoras para novos problemas.

Mas desta viagem, de 144 anos, importa sublinhar que a inovação se constrói dia a dia a abraçar o mesmo grupo de músicos a quem o Barão, no dia 8 de Dezembro de 1873, ofereceu umas dezenas de instrumentos de sopro e percussão. É pois a Banda Filarmónica que agora especialmente se celebra, os seus actuais músicos e maestro, os seus instrumentistas, contramestres e mestres já falecidos, todas as famílias e voluntários que ao longo destes anos a serviram das mais diversas e criativas formas.
Obrigado Barão pela herança que nos deixou.
Aqui queremos continuar a honrar o seu nome e esta sua obra.
Download Anexo (pdf)


Home|SAMP|Formações Residentes|Escola de Artes|Saúde com Arte|Formação|Programas e Eventos|Secretaria|Apoios

Design by António Costa   Powered by inCentea© 2009-2010 SAMP - Sociedade Artística Musical dos Pousos